Papéis Orientados
Janeiro 11

//

21:30

//

Entrada Livre
Papéis Orientados
Janeiro 11

//

21:30

//

Entrada Livre

Poster

Image
O calendário de exposições da Saco Azul no Maus Hábitos arranca 2017 com a exposição Papéis Orientados, que reúne um conjunto de artistas a pensar o Papel enquanto matéria, conceito e símbolo através de toda a sua multiplicidade.

Papéis Orientados


Hugo Oliveira, João Baeta, João Pedro Trindade, Marianne Baillot, Miguel Januário, Nelson Duarte, Rita Senra



Inauguração 11.01.2017 - 21h30


Em exposição até 01.02.2017


Sala de Exposições, Maus Hábitos



O calendário de exposições da Saco Azul no Maus Hábitos arranca 2017 com a exposição Papéis Orientados, que reúne um conjunto de artistas a pensar o Papel enquanto matéria, conceito e símbolo através de toda a sua multiplicidade. Sugere o pensamento em torno da sua evolução histórica e da sua contemporaneidade através das propostas individuais dos artistas convidados, que refletem aqui alguns aspectos e formas de um papel orientado.


O grupo de artistas composto por Hugo Oliveira, João Baeta, João Pedro Trindade, Marianne Baillot, Miguel Januário, Nelson Duarte e Rita Senra apresentam, nesta exposição, escolhas e possibilidades que colocam diferentes questões estéticas, divididas entre aquilo que é poético ou político, e que convidam a pensar nas múltiplas morfologias e margens do espaço sensível no espaço público.



"A improbabilidade reuniu um grupo de artistas, já que o particular e o singular das decisões racionais e afetivas tornariam esta exposição incerta. Aquilo que efectivamente os une ou coloca em relação, são as palavras que designam a própria exposição. O que por si só afigurar-se-ia simples, torna-se mais complexo se nos deixarmos levar pelas inúmeras suposições e significações hermenêuticas com que nos podemos deparar.


Se por um lado, no imediato, somos levados a pensar num material específico - o papel, na sua condição enquanto suporte e superfície, somos também confrontados com as suas intrínsecas possibilidades de manipulação, obliteração e transformação - o que nos conduz inevitavelmente a diferentes narrativas e nos confronta simultaneamente com múltiplas possibilidades de sentido.


O papel enquanto matéria, tem a história da sua origem imbuída de relações cruzadas, entre o conhecimento e o poder, a comunicação e a poética. Mas a palavra que o denomina e caracteriza, tem na língua portuguesa, tal como no castelhano e no catalão, esse rasto incorporado de tal modo que se apresenta, não como denominação especifica de um material, mas torna-se representação de possibilidades do ser humano no interior das relações no espaço público. A palavra Papel passou a designar nestas línguas, possibilidades funcionais, cargos ou relações de poder no interior de uma comunidade.


Não alheados destas possibilidades, o grupo de artistas - Hugo Oliveira, João Baeta, João Pedro Trindade, Marianne Baillot, Miguel Januário, Nelson Duarte, Rita Senra - apresentam nesta exposição diferentes escolhas e possibilidades pelo que necessitam que olhemos cuidadosamente para cada uma das suas peças, uma vez que apesar de independentes dos seus criadores, a sua existência é a consequência de decisões. O que de modo fértil levanta e coloca diferentes questões estéticas, divididas entre aquilo que é poético ou político, convida-nos a cogitar sobre as variáveis morfologias das margens do espaço sensível no espaço público. Esta contingência em devir, faz depender os juízos das suas condições e modos de análise. Apenas assim e, por isso, as obras poderão comparecer perante o espectador por vezes em pólos aparentemente opostos, o poético ou o político."


João Baeta

Image

Maus Hábitos

Rua Passos Manuel 178, 4º

4000-382 Porto

T: 221 124 868 (Restaurante)

T: 937 202 918 (Restaurante)

T: 222 087 268 (Escritório)

F: 222 000 134

geral@maushabitos.com

Terça 12h — 00h

Quarta e Quinta 12h — 02h

Sexta e Sábado 12h — 04h

Domingo 12h — 17h

Fechado à Segunda

ImageImageImageImage

Maus Hábitos © 2016

powered by

Image