Filipe Afonso
La Galerie du Temps
Setembro 21

//

18:03

//

Entrada Livre
La Galerie du Temps
Setembro 21

//

18:03

//

Entrada Livre

Poster

Image
La Galerie Du Temps é uma exposição de imagem em movimento que explora a nossa relação com o tempo e a história e os modos como a arte, o turismo e a mídia apropriam, representam e modelam estas dimensões para o espectador, o visitante e o cidadão.

LA GALERIE DU TEMPS

70 works for the Ancient History, 45 for the Middle Age and 90 for the modern times.



Mathieu Kleyebe Abonnenc

Filipe Afonso / Simona Schneider / Giorgia Moll

Morehshin Allahyari / Daniel Rourke

Ali Cherri

Costa-Gavras

Louis Henderson

Patrick Hough

Gabrielle Le Bayon

Sasha Litvintseva

Jean-Daniel Pollet

Hito Steyerl

Susan Vogel

Anton Vidokle



Exposição/Happening com curadoria de Filipe Afonso


21.09.2016

21h30 Inauguração \u2028

22h00 Performance Louis Henderson

22h30 Projeção de \u2028Filipe Afonso & Mathieu Kleyebe Abonnenc


Em exposição até 25.09.2016



O museu aparece no século XXI como uma das instituições mais poderosas, substituindo, finalmente, a catedral como a chef d'oeuvre em quase todas as cidades. Chegou, inclusivamente, a roubar os rituais da própria religião ou, melhor, a replicar as formas de idolatria desta. O consumo de arte tornou-se um produto turístico, uma comodidade global, uma prática social e um estilo de vida. Museus Universais, globais e franchises de museus multiplicam-se pelo mundo. Museus de civilizações, de culturas do mundo, de arte africana ou museus orientalistas substituem museus coloniais para confortar o olho do visitante e as obras aprisionadas.


La Galerie Du Temps é uma exposição de imagem em movimento que explora a nossa relação com o tempo e a história e os modos como a arte, o turismo e a mídia apropriam, representam e modelam estas dimensões para o espectador, o visitante e o cidadão. Os vídeos apresentados aqui tecem uma narrativa híbrida de diferentes fontes para uma h/História rizomática e questionam a nossa relação física com a arte e os instrumentos que medeiam a nossa percepção.


O título da exposição é, originalmente, o nome de uma sala no museu do Louvre-Lens: "La Galerie du Temps" é uma sala grande e quase-futurista que contém um pouco mais de 200 obras de arte, organizadas cronologicamente e representando mais de 2000 anos de história numa única sala. As superfícies reflexivas das paredes mostram a natureza reflexiva da história. Em certas alturas, algumas obras de arte são substituídas por outras obras de arte. Os objetos não estão pendurados na parede para sugerir que estes estão livres ou menos presos e em contato mais direto com o público. "La Liberté Guidant le Peuple" (A Liberdade Guiando o Povo) de Eugène Delacroix era, portanto, a peça principal desta sala desde a sua abertura em 2012 até 2014.


Vindo da coleção do Louvre, este é um resumo do próprio Louvre e da sua história, mas sem qualquer uma das suas grandes obras de arte. Esta sala e este museu, permitem, pelo menos, que o espectador possa ter uma compreensão cronológica (e não enciclopédica) da criação artística humana através de milénios, o que se torna mais difícil no Louvre principal devido ao tamanho e organização do museu.


Esta compilação de uma outra compilação é um exemplo paradoxal da necessidade humana de arquivar e posterior necessidade de re-arquivar, a fim de compreender plenamente a informação que a humanidade gera, replica, multiplica e complica. A necessidade humana constante de abrir o arquivo apenas para depois fechá-lo novamente.

Image

Maus Hábitos

Rua Passos Manuel 178, 4º

4000-382 Porto

T: 221 124 868 (Restaurante)

T: 937 202 918 (Restaurante)

T: 222 087 268 (Escritório)

F: 222 000 134

geral@maushabitos.com

Terça 12h — 00h

Quarta e Quinta 12h — 02h

Sexta e Sábado 12h — 04h

Domingo 12h — 17h

Fechado à Segunda

ImageImageImageImage

Maus Hábitos © 2016

powered by

Image